spacer.png, 0 kB

 Com o Apoio de: 

  

Estabelecimento de Ensino apoiado pelo Ministério da Educação, através da celebração de Contrato de Patrocínio.


spacer.png, 0 kB
spacer.png, 0 kB
Home
Filipe Ricardo Figueiredo Silva PDF Imprimir e-mail

Filipe RicardoIngressa aos 13 anos no Conservatório de Música de Aveiro para estudar saxofone e paralelamente desenvolve um trabalho de grupo com mais três músicos na área do acordeão diatónico.

Estabelece contacto próximo com o  músico Gabriel Gomes (acordeonista do grupo Madredeus) com quem trabalha no âmbito performativo e produção musical.

Interrompe os seus estudos  musicais para estudar Gestão de Empresas, regressando depois ao ensino superior para frequentar a Licenciatura em Música – Instrumento (acordeão diatónico), no Instituto Superior Jean Piaget de Viseu. No ano seguinte faz uma pós-graduação em Musicoterapia pelo Instituto Superior Miguel Torga em Coimbra.

É músico fundador, compositor e produtor do grupo Danças Ocultas, com o qual gravou vários CD’s nomeadamente: “Danças Ocultas” (EMI – 1996), “Ar” (EMI – 1998), “Travessa da Espera” (L'Empreinte Digitale – 2002), “Pulsar” (MagicMusic Records – 2004), e “Tarab” (Numérica – 2009). Participou igualmente no Livro “Alento” (Assírio & Alvim - 2003) como interveniente.

Em 1994, com Danças Ocultas participa em dois espectáculos do grupo Madredeus, e em 1996 tem oportunidade de actuar no palco principal de Vilar de Mouros.

O espectáculo, “Lumières de Accordéon” estreado em 1999 no Arsenal de Metz, proporciona trabalhar com o conceituado acordeonista contemporâneo Pascal Contet.

Com a Companhia Paulo Ribeiro, inicia no ano 2000 o projecto de música para dança contemporânea com o espectáculo “Tristes Europeus”, que se manteve em cena durante dois anos, e em 2004 trabalha para o Ballet Gulbenkian com o espectáculo “ White”, que esteve em cena durante um ano. A ligação à dança contemporânea permanece em participações pontuais com Ballet de Lorraine – Nancy.

Diversas parcerias artísticas com Kepa Junkera, Renato Borghetti, Ricardo Tesi, Martin Lubenov e os acima referidos, oferecem o contacto com nomes importantes na área do acordeão cromático e diatónico.

Em 2006, trabalha com Stéphane Milleret, Pedro Pascual, Celina Piedade e Marc del Pino, em workshops de improvisação e harmonização modal.

Em 2007, trabalha para a Câmara Municipal de São Pedro do Sul como professor de actividades de enriquecimento curricular, e inicia com a Companhia de Música Teatral - onde trabalha com Paulo Maria Rodrigues - o espectáculo “Grande Bichofonia” como intérprete e co-autor musical. É também intérprete e co-autor musical da peça “ Corpo Todo” – espectáculo com crianças portadoras de paralisia cerebral dirigido por Tim Yealland – estreada na Casa da Música.

Em 2008, faz o curso de animadores musicais da Casa da Música onde trabalha com Tim Steiner, Paul Griffiths e Samantha Mason, os módulos de improvisação, música de conjunto e liderança de experiências musicais criativas com comunidades.

Em 2009, compõe obras para formação de acordeão diatónico e orquestra clássica estreado em Coimbra com a Orquestra Clássica do Centro, e é responsável pela criação, coordenação e produção artística do musical “ A volta ao mundo em 1873 compassos” – D´Orfeu Associação Cultural.

Recentemente participou como intérprete no vídeo “Libertango” de Johnwaynes.

Actualizado em ( 08-Out-2018 )
 
Artigo seguinte >
spacer.png, 0 kB
spacer.png, 0 kB
spacer.png, 0 kB